FacebookTwitterLinkedIn

Branding não é para todos

Muito se fala sobre branding de sucesso e muito se fala sobre a real eficácia de um trabalho de branding bem feito. Mas saber os efeitos reais de um investimento em branding para a sua marca pode ser decisivo para tomar a decisão certa sobre se você está pronto para isso.

Com certeza o sonho de várias empresas é ter um destaque midiático como consegue fazer Mc donalds, Starbucks, Amazon e tantas outras empresas gigantes.

O Padrão das Gigantes

O sucesso empresarial requer processos bem-estruturados. Empresas consolidadas podem se dar ao luxo de cometer erros e realizar testes arriscados sem prejudicar sua reputação a longo prazo.

A Apple exemplifica isso ao remover itens dos aparelhos e promover vendas de acessórios, o que se tornou uma estratégia lucrativa. Isso levanta questões sobre a influência dessas táticas no branding de outras empresas.

Ao construir uma marca, considere se sua empresa responde aos clientes de forma a evitar que eles se tornem detratores da marca, um aspecto frequentemente subestimado.

Você oferece um serviço que pode ser replicado inúmeras vezes sem alterações? Você acredita que seu produto e seus funcionários estão alinhados com a cultura da empresa, fortalecendo assim os valores demonstrados pela identidade visual?

Se sim, você está mais do que apto para se jogar no mundo da publicidade e começar a vender essa imagem sem medo nenhum. Agora se você não tem 100% de confiança nesses detalhes é melhor repensar um investimento em branding nesse momento. Vou explicar o porquê.

Branding

Branding garante que sua marca seja notada e lembrada, fomentando o boca a boca, essencial para a aceitação de novas marcas.

Ele fornece identidade, destaque entre concorrentes e comunica sua visão ao mundo. Contudo, se mal aplicado, pode prejudicar a empresa.

Contrução de Marca

E eu que trabalho com branding e publicidade a anos posso dizer a vocês que sou super a favor de um trabalho de branding, aliás, dificilmente você encontrará uma pessoa da área que não queria uma oportunidade de trabalhar com isso, mas infelizmente em alguns casos, pode-se fazer muito a mal a sua empresa.

BWOMAN PVC BHUB

Repetindo exatamente a frase acima de forma negativa você consegue entender o poder do branding: “Branding faz com que você mais do que nunca seja lembrado, visto, recordado diante das pessoas” isso quer dizer que se você presta um serviço ruim ou se seu seu produto ainda não está onde deveria estar, as pessoas saberão disso e colocarão você em uma prateleira mental em que pensam: essa marca não é boa.

As pessoas agora que você tem um branding forte, se lembrarão de você e conhecerão o sue trabalho e toda vez que virem seu anúncio comentaram com as pessoas a sua volta que a experiência que tiveram com a sua marca foi ruim, e isso criará cada vez mais e mais resistência das pessoas que poderiam se interessar por seu produto, ou talvez tornarem-se novos clientes por exemplo.

Avaliando a Eficácia do Branding

Branding forte pode tanto atrair vendas iniciais quanto causar rejeição se a experiência for negativa, tornando sua marca uma opção secundária para os consumidores.

Marcas que proporcionam uma experiência positiva e produtos de alta qualidade geralmente conquistam a lealdade dos clientes e as pessoas as lembram com orgulho.

Empresas que investem em branding mas negligenciam outros aspectos do negócio tendem a não atingir o sucesso desejado e não se comparam às marcas de alto calibre mencionadas.

Branding é crucial para o alcance da empresa, mas não pode ser o único suporte; ele deve complementar bons produtos para criar valor e desejo pela marca.

O Desafio do Branding: Entre a Primeira Impressão e a Fidelidade do Cliente

Desse modo, o branding aumenta o valor percebido e incentiva maiores gastos dos consumidores. Ele enriquece a experiência de compra e impressiona o cliente em cada etapa da desembalagem, tornando-se essencial para negócios que aspiram crescer.

O branding ajuda a alcançar novos patamares de sucesso, mas não é uma solução milagrosa. Você deve aplicá-lo com realismo, sem esperar que ele sozinho crie cegueira ou convicção incondicional nos consumidores.

Ao planejar o futuro do negócio, considere o branding desde o início. Colabore com seu público para desenvolver produtos que realmente agreguem valor e enfatizem a qualidade.

Com um produto e serviço de qualidade, avance para o próximo nível. Mantenha a qualidade consistentemente alta para construir uma base de fãs leais; decepcioná-los mais tarde pode ser mais prejudicial do que ter um começo difícil.

Últimos posts